Tudo transborda

Eu tive um sonho bom. Sonhei com meu irmão mais engraçado e maluco. Sonhei que a gente se encontrava numa rua qualquer e sentados na calçada a gente conversava coisas sobre a vida.
Logo depois eu parei de sonhar e acordei me sentindo perdida. Saí da cama no quarto escuro, batendo nas coisas. Derrubei o notebook. Tropecei na beirada da cama. Fui tateando no escuro, até encontrar a janela e abri-la para entrar um pouco de luz.
O meu quarto que é tão familiar, que eu sei andar perfeitamente no escuro total. Do nada virou um quarto completamente estranho.
Acendi a luz para ver o estrago. Pensei em ver se o note tinha quebrado no dia seguinte. E voltei a deitar. Não sonhei dessa vez. Acordei antes do despertador. Olhei o céu pela janela aberta. Estava já mudando do escuro para o claro. E fui despertando e sentindo uma emoção de tristeza me invadir. Estava tão feliz nos dias anteriores e hoje a tristeza me pegou ali deitada na cama. Não era bem vinda, mas não se importou. Sentou ali do meu lado da cama e ficou. E eu fiquei deitada fitando o céu. Tentando afastar os pensamentos ruins e tristes da cabeça. Olhei no relógio, ainda 5h40 da manhã. E a tristeza se alojando no meu peito, de um forma que respirar já não estava legal.
Decidi tomar um banho. Banho, água… vai me fazer bem. E fui ignorando a tristeza. Na real eu não estava sentindo nada no banho. Estava neutra. Até voltar novamente para o quarto e começar a chorar. Desabei. Um choro que eu não conseguia segurar e nem controlar.
Fiquei alguns minutos focando na respiração, até essa onda de choro passar.
Mas não passou. Preciso identificar esse sentimento. Se é um choro de alívio ou de sofrimento. Só sei que ele não para. Estou trabalhando e do nada lágrimas escorrem.
Agora começo a entender que nada é permanente. Que as coisas vem e vão. Passam.
O que fica são os momentos do agora. Mas o agora é um aperto no peito. Daqueles que você não sabe se fica ou saí correndo. Daqueles que te deixa inquieta, mas ao mesmo tempo paralisada.
E eu tento repetir várias vezes, o que eu sempre falo para as pessoas que estão passando por alguma tristeza: Que tudo vai ficar bem.

Anúncios

Um comentário sobre “Tudo transborda

  1. Oi, lembrei de você hoje e dei uma passadinha para saber como está você e o blog, daí encontrei este post. Espero que esteja melhor: sim, tudo vai ficar bem.
    Se cuida!

sou toda ouvidos!!!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s