Bananeira

lembra o tempo
que você sentia
e sentir
era a forma mais sábia
de saber
e você nem sabia?

Ele plantou bananeira no primeiro encontro.
Ela foi de bicicleta.
Ele gostava de suco de fruta
Ela sempre pedia açaí
Ele pregava o amor livre
Ela não sabia bem o que queria
Ele viajou de bike de São Paulo até Minas
Ela só tinha viajado de bike até o trabalho
Ele não acreditava no governo
Ela queria acreditar nas histórias felizes
Ele já tinha vivido um montão de histórias de amor
Ela estava apenas começando nessa jornada
Ele tinha barba, depois só bigode
Ela achava graça nos bigodes estranhos dele
Ele tinha o melhor abraço
Ela tinha a melhor risada
Ele falava manso
Ela quase efusiva
Ele tinha uma cachorra que se chamava Tobias
Ela queria ter um cachorro
Ele curtia passar horas observando a natureza
Ela adorava ficar deitada com ele na grama de uma praça qualquer
Ele parecia um sonhador o tempo todo
Ela estava aprendendo a sonhar
Ele achava formas nas estampas do vestido dela e tirava foto
Ela gostava do cheiro dele depois de pedalar na chuva
Ele vivia a vida de uma forma apaixonante
E ela se apaixonou