Tic Tac

Ela subia a escada dois degraus de uma vez.
E  era assim até o 10 andar.
Tinha medo de elevador, e sempre estava correndo.
Tic tac, tic tac, tic tac, como se tivesse dentro de alguma peça estranha baseada em Alice no País das Maravilhas.
E ela corria e subia os degraus de uma vez.
Tic tac, tic tac, tic tac. O tempo passava e ela corria.
Corria para cima, para o seu apartamento no 10 andar.
Tinha uma janela com vista para um parque.
Tic tac, tic tac, tic tac as folhas caíram, e ela subia dois degraus de uma vez, sem olhar.
Subia sem pensar. Só subia. Tic tac, tic tac, tic tac.
As árvores do parque ganharam uma camada de flores.
Ela observava da janela enquanto sua xícara de café esfriava.
Tic tac, tic tac, tic tac.

Anúncios