2 Broke Girls

 

No filme Elizabethtown dona Claire Colburn explica que uma casquinha de sorvete é: algo doce para deixá-lo feliz e que derrete em cinco minutos. E né por nada não, mas todo mundo precisa de algo assim na vida. E a série 2 Broke Girls é exatamente isso. É uma série engraçadinha, que (me) te faz feliz e cada episódio dura menos de 30 min.

Na série conhecemos Max uma garota que trabalha como garçonete no Brooklyn e que sempre sobreviveu com pouca grana. Um belo dia Max ganha uma companheira de trabalho, e com isso conhecemos Caroline, uma garota super mega rica, que ficou sem grana alguma do dia para a noite. Duas pessoas tão diferentes, se transformam em grandes amigas. Caroline é especialista em dinheiro e Max tem um talento incrível para fazer deliciosos cupcakes. As duas planejam se tornar sócias de seu próprio negócio: uma loja de cupcake. Mas, para isso, elas teriam que juntar do nada 250 mil dólares para as despesas iniciais. Enquanto elas não descobrem uma forma de conseguir o dinheiro, continuam trabalhando na lanchonete de Han Lee um simpático coreano. No local também trabalham Oleg o cozinheiro russo, e Earl um simpático músico aposentado.

As duas realmente são completamente o oposto uma da outra. Enquanto Max é mais séria e ácida, e que você quer ser amigo desde o primeiro minuto, do outro lado temos Caroline que é aquela pessoa super mega hiper otimista. Mesmo estando numa situação completamente diferente do que ela estava acostumada, sempre está de bom humor e enxergando o lado colorido das coisas. É aquela série bem bobinha, que tem poucos cenários e a risadinha de fundo. Mas funciona tão bem que vc nem vê o tempo passar. E sem falar que absolutamente todos ali são apaixonantes.
O mais legal é que no final de cada episódio, eles colocam a quantia que elas conseguiram juntar, então você super fica na torcida por elas.